UMA CONQUISTA JOGADA FORA PELO ATUAL GESTÃO

UMA CONQUISTA JOGADA FORA PELO ATUAL GESTÃO
Em 2012 durante as Olimpíadas em Londres, a cidade de Cabo Frio foi anunciada para o mundo esportivo como cidade anfitriã para treinamentos...

ASSISTA A ENTREVISTA DO SAUDOSO PROF. RICARDO LUCENA E AO JOGO CABO FRIO FUTSAL X CASA DA ESPANÃ NO GINÁSIO POLIESPORTIVO DE CABO FRIO



Assista a entrevista concedida ao programa Super Sport após o final do primeiro jogo entre Cabo Frio Futsal e Casa da Espanã e também ao segundo jogo que aconteceu no Ginásio Poliesportivo Aracy machado. 











Leia Mais

HISTÓRIAS E CONQUISTAS FUTSAL ESPECIAL VÍDEOS: CABO FRIO FUTSAL X VASCO DA GAMA

Assista ao jogo que marcou época entre Cabo Frio Futsal e Vasco da Gama pelo Campeonato Estadual de 2005.





vídeo 1:   1° tempo completo e primeira parte do  2° tempo.


vídeo 2:   2° tempo parte 2 





PARA SABER MAIS SOBRE AS CONQUISTAS DO ANO DE 2005 CLIQUE AQUI 

Ler Mais

CASA DE ESPAÑA X CABO FRIO FUTSAL

Assista a partida pelo Campeonato Estadual de 2005 no Ginásio de Casa de España, essa equipe tinha como treinador o saudoso Prof. Ricardo Lucena. 




ASSISTA AO JOGO









Ler Mais

HISTÓRIAS E CONQUISTAS: FUTSAL - TODAS AS PARTES AQUI



Segue abaixo os links para todas as partes do Histórias e Conquistas do Futsal de Cabo Frio - Da Fundação da Liga Até a Liga Nacional. 

Basta clicar na parte que deseja. 



PARTE 39

PARTE 38

PARTE 37

PARTE 36

PARTE 35

PARTE 34

PARTE 33

PARTE 32

PARTE 31

PARTE 30

PARTE 29

PARTE 28

PARTE 27

PARTE 26

PARTE 25

PARTE 24

PARTE 23

PARTE 22

PARTE 21

PARTE 20

PARTE 19 

PARTE 18

PARTE 17

PARTE 16

PARTE 15

PARTE 14

PARTE 13

PARTE 12

PARTE 11

PARTE 10

PARTE 9

PARTE 8

PARTE 7

PARTE 6

PARTE 5

PARTE 4

PARTE 3

PARTE 2

PARTE 1



















Ler Mais

PARA RECORDAR (DE 2009 a 2012 ) O ESPORTE DE CABO FRIO CONQUISTA UMA POLÍTICA PÚBLICA ASSISTA O VÍDEO

O vídeo trás o resumo de todas as atividades desenvolvidas pela Secretaria de Esporte e Lazer. Desde 2009 até 2012. Para Assistir o vídeo clique no vídeo








Ler Mais

PARA RECORDAR - PROJETO NOVO CIDADÃO ULTRAPASSA A MARCA DE 10.000 ATENDIMENTOS EM 2012



O projeto sócio esportivo Novo Cidadão que é desenvolvido pela Secretaria de esportes e lazer acaba de obter mais uma vitória, conquistando a marca de mais de 10.000 atendimentos a crianças e adolescentes neste ano de 2012.

  O Secretário de Esportes, Eliseu Pombo, explica o que representa para a cidade de Cabo Frio, e também para o estado do Rio de Janeiro, esse novo recorde alcançado pelo projeto, que é registrado no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente:

“O projeto chegou a essa marca em virtude do bom trabalho que é desenvolvido pelos profissionais nele envolvidos. Foi muito importante o apoio do prefeito Marquinho Mendes, tanto no sentido de oferecer novos equipamentos esportivos, como a construção dos ginásios poliesportivos Vivaldo Barreto, no Jardim Esperança, e João Augusto, no distrito de Tamoios e o aluguel de imóvel com uma piscina, assim como em ter dado total apoio para que o projeto se desenvolvesse e atingisse o patamar atual de sucesso e êxito.

Esta conquista serve de exemplo dado por Cabo Frio ao estado do Rio de Janeiro, mostrando que se pode investir recursos públicos em um projeto sócio esportivo e que, se ele for aplicado de maneira correta, atinge-se os seus objetivos.

O trabalho da equipe da Secretaria de Esportes, somado ao dos profissionais envolvidos, mostrou àqueles que tinham algumas restrições, que consideravam um sonho, uma utopia, que com trabalho, dedicação e no contexto de desenvolver o esporte democraticamente e como política pública é  possível chegar aonde o esporte de Cabo Frio chegou hoje, com essa marca expressiva".

O Projeto Novo Cidadão possui 48 núcleos e 52 subnúcleos distribuídos por toda a cidade de Cabo Frio, dos 140 profissionais que nele atuavam em 2011, chegou-se aos 210 profissionais, entre professores, assistente social, estagiários e apoios, atuantes em 2012, mostrando que o projeto também colaborou para a geração de renda e emprego.

O crescimento é visível e notório e o secretário fala sobre os fatores que contribuíram para esse crescimento tão grande:
“Podemos enumerar alguns dos principais fatores que propiciaram esse crescimento: organização do projeto; seu planejamento; a dedicação dos profissionais envolvidos; o desenvolvimento de novos equipamentos esportivos, que permitiram levar o projeto ao Jardim Esperança (Ginásio Vivaldo Barreto) e ao distrito de Tamoios (Ginásio João Augusto), onde também utilizamos a praia e o campo de futebol; a conquista do imóvel com uma piscina, onde foi desenvolvido o núcleo de natação, modalidade para a qual havia uma procura significativa, assim como o desenvolvimento de outras modalidades como remo, vela, ginástica olímpica, taekwondo e ginástica artística.

            Hoje, o Projeto Novo Cidadão oferece atendimento em 26 modalidades e todas elas estão ocupadas, o que mostra a versatilidade do celeiro de atletas que é a cidade de Cabo Frio. Eliseu Pombo explica que, ainda na origem do que hoje se tornou um projeto sócio esportivo, já havia sido identificada essa diversificada demanda na cidade:

"Desde 2002, ainda nas reuniões do PROESPA, já tinha sido identificado em Cabo Frio a prática de algumas modalidades sem nenhuma organização. Já havia uma orientação para que fosse feito um desenvolvimento amplo e de forma democrática e não-específico desta ou daquela modalidade. Em 2004, nós já tínhamos elaborado uma situação que direcionava desenvolver um projeto sócio-esportivo de maneira democrática.

Nós já sabíamos da demanda, da procura, o que não se tinha era um projeto. Hoje nós temos uma diversificação muito grande de modalidades e todas estão ocupadas. Algumas coisas podem colaborar mais ainda para no futuro se colocar outras modalidades dentro do projeto e, com isso, contribuir cada vez mais para a quebra de marcas tão relevantes como essa dos 10 mil atendimentos que atingimos hoje", define.

Confira a relação atualizada dos atendimentos separadamente por núcleos e modalidades clicando aqui 



Ler Mais

O RETROCESSO DO ESPORTE DE CABO FRIO E SUAS CONSEQUÊNCIAS PARTE 5: ARTES MARCIAIS

Parte 05

Artes Marciais




Dando seqüência ao relato do retrocesso do esporte de Cabo Frio nos últimos dois anos, aliais dois anos e quatro meses, e as conseqüências que ficaram, estaremos nesta parte nos reportando as Artes Marciais


Objetivos
Aqui aconteceu um trabalho que muitos duvidavam primeiro unir todas as forças das artes marciais, depois realizar seletivas para formar as seleções de cada modalidade e por último dar apoio a estas seleções para competirem a nível estadual.


União
A primeira etapa que consistia em unir as forças, só foi possível pelo bom trabalho do Sensei Marcelo Cerqueira, na época diretor de esportes responsável pelas artes marciais, pessoa abnegada um dos baluartes das artes marciais em Cabo Frio, tendo bastante prestígio e credibilidade no meio.


Seletivas (Campeonato Municipal)
Vencido a primeira etapa, começaram as reuniões no sentido de organizar e planejar as seletivas, onde todas as academias teriam oportunidade de participar e também colocar seus atletas na seleção.
Judô   clique aqui
Karate/ Muay Thai clique aqui
Jiu jitsu clique aqui
Taekwondo   clique aqui


Reflexo nas Academias
Um fato importante chamou atenção, vimos claramente que as seletivas estavam contribuíam também, para ajudar as academias que participavam das seletivas, na conquista de mais atletas.
Isso aconteceu por que o atleta não quer ficar na academia somente treinando, mais sim também participar de competições municipais (seletivas) e ainda com a expectativa de entrar na seleção de sua cidade.


As equipes
Depois de vencidas todas as etapas, cada modalidade formou a sua equipe através da seletiva e começaram então a competir no âmbito estadual, sempre guardando as diretrizes traçadas, ou seja, primeiro se filiavam as suas respectivas Federações devidamente reconhecidas pela suas Confederações, através da Liga Cabo-friense de Desporto


Liga Cabo-friense de Desporto
Cabe ressaltar mais uma vez a importância da Liga neste processo, as modalidades das artes marciais não estavam devidamente organizadas, o que dificultava se filiar as Federações, mais através da Liga esse problema ficava resolvido.


O apoio
A prefeitura de Cabo Frio através da Secretaria de Esportes viabilizava para a equipe competir quimonos, transporte, lanche pela manhã e tarde e o almoço, alem de disponibilizar espaço para as equipes treinarem.
Judô clique aqui
Karatê clique aqui
Jiu jitsu clique aqui
Muai Thay clique aqui
Taekwondo clique aqui


Competições em Cabo Frio
A repercussão do trabalho foi tão boa que algumas modalidades conseguiram trazer para Cabo Frio etapas de competições estaduais, que acabaram contribuindo para hotelaria e restaurantes da cidade.
Judô 10 clique aqui
Karate clique aqui
Muai thay clique aqui
Taekwondo clique aqui


O Legado
A partir deste momento, quando todos se uniram, organizaram e planejaram suas atividades e ainda tiveram o apoio necessário pela Prefeitura, foi plantada uma semente, colaborando para que as artes marciais começasse a trilhar um caminho de desenvolvimento, respeito e atenção


O retrocesso
Hoje toda essa estrutura não existe mais, foram anos de trabalho principalmente dos atletas e treinadores envolvidos nas seletivas, treinamentos e participando em competições estaduais, que foram deixados para traz.


A conseqüência
Essas modalidades que perderam esse apoio da prefeitura estão de pires na mão, tentando participar de competições, até cofrinho (idéia inovadora) estão distribuindo na cidade com objetivo de obter recursos financeiros.
Se somarmos os atletas de todas as modalidades das artes marciais, que participaram das seletivas formando assim suas respectivas equipes, chegaremos a um total aproximado de mais de trezentos, que deixaram de ter o direito de praticar a sua modalidade e também de representar sua cidade em competições estaduais de forma digna, como reflexão leiam coluna opinião com o título “Plantar e Colher”
Na parte 6 estaremos evidenciando o retrocesso da modalidade de futebol de campo dentro do projeto sócio esportivo, assim como o término da sede e da Liga Cabo-friense de Desporto



Ler Mais

COLUNA OPINIÃO: PLANTAR E COLHER

Pessoas ao plantar uma arvore podem ter como objetivo, que todos possam colher os seus frutos, admirar suas flores e beneficiar-se de sua sombra.

Mais durante esse tempo entre o plantar e colher vai sempre existir, a responsabilidade daqueles que plantaram de cuidar desta arvore


E mesmo depois quando é só tempo de colher vai continuar existindo, a responsabilidade daqueles que plantaram de cuidar desta arvore


Por quê nenhuma arvore cresce ou dá frutos sem passar por diversos problemas.


Alguns podem colher para si, ou seja, usam a arvore para proveito próprio sem a responsabilidade de cuidar desta arvore. Alguns podem simplesmente não colher e esquecer da responsabilidade de cuidar desta arvore.


Nas duas situações esses problemas vão contribuir de forma contundente, para que a arvore entre em processo de declínio no seu desenvolvimento, podendo chegar na fase terminal.


Esta arvore pode simbolicamente representar, uma modalidade esportiva, Federação, Liga, projeto esportivo, projeto sócio esportivo e outros.


“A vida e a morte, o bem e o mal estão diante do homem o que ele escolher, isso lhe será dado, porque é grande a sabedoria de DEUS. Forte e poderoso, ele vê sem cessar 

todos os homens”. Eclesiástico 15, 17/19

Eliseu Pombo CREF 13376-P

Sub secretário de Esportes de Cabo Frio(2005), Secretário da Criança e Adolescente(2005/08), Presidente do Conselho da Criança e Adolescente(2005/08), Superintendente, Coordenador do Esporte(2009/10), Secretário de Esportes de Cabo Frio(2010/2012), 
Presidente do Conselho de Esportes de Cabo Frio(2010/2012)



Ler Mais

ASSISTA AO JOGO DO BICAMPEONATO DA SELEÇÃO DE CABO FRIO NA COPA TV ALTO LITORAL


Assista  o compacto da seleção de Cabo Frio conquistando o Bicampeonato (2001/2002) da Copa TV Alto Litoral.
E para mais informações dessa e de outras conquistas da Seleção de Cabo frio em 2002 CLIQUE AQUI 



Ler Mais

HISTÓRIAS E CONQUISTAS DO ESPORTE AMADOR DE CABO FRIO - FUTSAL, DA FUNDAÇÃO DA LIGA ATÉ A LIGA NACIONAL - PARTE 39

“Da fundação da Liga até a Liga Nacional”
Parte 39

Entendemos que o ano de 2005 foi uma terceira etapa do desenvolvimento do FUTSAL em Cabo Frio, podemos pontuar sua primeira etapa quando a prática da modalidade começou seu primeiro caminhar em Cabo Frio em meados dos anos 60, mais especificamente dentro do clube Tamoyo E. C., (acessem as partes 1, 2, 3, 4) para que possam ver quem foi à pessoa que introduziu a modalidade em Cabo Frio, as competições realizadas no clube, a construção do ginásio e a criação da escolinha no clube.

Na segunda etapa pontuamos dois momentos marcantes para um salto ao desenvolvimento do Futsal em Cabo Frio, primeiro a união de jovens praticantes do Rio de Janeiro com os de Cabo Frio, tendo como imagem que nos salta aos olhos uma passagem descrita na parte 11 desta história, quando sempre ao final dos treinamentos na quadra da Praça da Bandeira nos reuníamos imaginando se um dia teríamos uma competição municipal, se disputaria um Carioca, se nossos filhos teriam também essa oportunidade, esse momento nos acendeu a chama que nos motivou a conquistar a Liga de Cabo Frio. 


No segundo momento mais uma vez estes jovens agora acompanhados de pessoas mais experientes e idôneas na cidade,  se reuniram para de fato conquistar a fundação da Liga Cabo-Friense de Futebol de Salão de Cabo Frio em 29 de Setembro de 1986, veja a parte 17 desta história onde se escreve este momento.

Nesta terceira etapa de um novo desenvolvimento para o Futsal de Cabo Frio, é notória a importância da construção e inauguração do ginásio poliesportivo, desta vez além dos jovens já envolvidos desde a primeira etapa, houve a necessidade de criar um movimento denominado “Esporte sem Teto” pela construção do ginásio para que o Futsal, e outras modalidades pudessem continuar o seu caminho de desenvolvimento.

Sem esse ginásio jamais conseguiríamos desenvolver qualquer trabalho, que ajudasse no sentido de evoluir as modalidades a  nível estadual ou nacional,  conforme veremos na parte 40 que relata fatos importantes para a modalidade em 2006.

Cabe aqui uma reflexão,  se depois de aprovado a sua construção em 1995 o prefeito tivessem de fato construído no ano seguinte, conforme promessa aos desportistas, ou dois anos depois, ou três anos depois,  com certeza a evolução do esporte de Cabo Frio que aconteceu somente a partir de 2005, teria acontecido com bastante antecedência.


Quantos atletas pagaram caro e não tiveram a oportunidade de mostrar o seu valor e evoluir ainda mais, não vou aqui enumerar os nomes pois eram muitos, que sem estrutura e sem condições de treinamentos adequados, assim mesmo conseguiam mostrar suas qualidades. Uma geração muito boa se perdeu por simplesmente demorarem oito anos para construírem um ginásio.

Liga Nacional

A conquista do ginásio poliesportivo foi de fundamental importância para viabilizar proposta do C. R.  Vasco da Gama, através do Prof. Marco Bruno que desde 2004 já mantinha contato com Sr. Eliseu Pombo sobre a possibilidade de formalizar uma parceria,  que envolvia o conceituado clube com o projeto Cabo Frio Futsal. No final deste ano as conversar foram bem desenvolvidas, e pela primeira vez a cidade de Cabo Frio entrou no cenário nacional do futsal, ao participar do campeonato em 2006 da Liga Nacional de Futsal com o nome de Cabo Frio Futsal/C.R.V.G

Liga

A liga pela primeira vez utilizou o ginásio poliesportivo Aracy Machado para realizar suas competições. Logo no início do ano fez seu planejamento desenvolvendo um calendário com suas atividades.
Foi a partir deste ano que a Liga Cabo-Friense de Futsal começou a receber subvenção da Prefeitura através da Secretaria de Esportes, depois de aprovada pelo Conselho Municipal de Esportes Amador.



Ginásio Poliesportivo Aracy Machado

Apesar de ser entregue ao apagar da luz no ano de 2004, muitas situações pertinentes ao funcionamento do ginásio e também a realização de jogos (camarotes, salas de imprensa, quadra de jogo, sistema de combate a incêndio e outros) não foram concluídos. Somente meses depois de inaugurado foram regularizados todos esses itens, que possibilitou de fato a liberação do ginásio para o seu funcionamento
Quando o prefeito tem palavra ele faz, esse era o comentário entre os desportistas de Cabo Frio na época, dentro do PROESPA (Projeto de Esportes Amadores) constava o item de trazer a Cabo Frio eventos internacionais, logo que o ginásio foi liberado vários eventos internacionais foram realizados.
Esses eventos também faziam parte de um planejamento que tinha como objetivo tornar público a todo meio esportivo um novo ginásio poliesportivo construído em Cabo Frio.






Secretaria de Esportes

Outra importante transformação depois da construção do ginásio poliesportivo Aracy Machado, foi à transferência da secretaria de esportes que era localizada em baixo das arquibancadas do Estádio Correão, onde ocupava uma área entorno de 40m², para o ginásio poliesportivo.
No ginásio poliesportivo ocupou uma área perto de 200m² com disponibilidade de várias salas da seguinte forma; de reuniões, de projetos, administrativo, informática, recursos humanos, projeto Novo Cidadão, secretário e subsecretário, alem de uma boa estrutura para atendimento ao público

PROESPA

Foi uma surpresa positiva para todos desportistas, envolvidos direta ou indiretamente no movimento em benefício de um projeto para o esporte amador, ver já nos primeiros dias de governo o prefeito Marquinho Mendes realizar procedimentos que foram sugeridos no projeto, como sancionar a lei de criação do conselho de esportes, realizarem eventos esportivos, dar condições para as seleções de Cabo Frio desenvolver seus objetivos, criar condições para termos competições municipais para todas as modalidades e outras que foram cumpridas mais a frente como o projeto sócio esportivo, acessem a parte 24 e confiram.


Conselho Municipal de Esportes

Outro item que foi solicitado por desportistas no PROESPA (Projeto de Esportes Amador), este conselho apesar de aprovado pela Câmara de Vereadores em 2001, jamais foi sancionado pelo prefeito na época. Mais logo que tomou posse em 2005 o prefeito Marquinho Mendes sancionou a lei de criação do conselho.




Cabo Frio Futsal

Projeto criado pela Liga Cabo-Friense de Futsal em 2000, onde uma equipe era formada por uma seleção dos melhores jogadores de Cabo Frio, começou a vivenciar novos horizontes com a conquista do ginásio poliesportivo e também começou a contar efetivamente com o apoio da Prefeitura de Cabo Frio em 2005. Apesar das dificuldades durantes vários anos,  o projeto recebe um presente no final deste ano, quando foi acertado a parceria com o C. R. Vasco da Gama para disputar a Liga Nacional em 2006.



Evento Internacional de Futsal

Fazendo parte ainda do planejamento da divulgação do ginásio poliesportivo para o mundo esportivo e também da sugestão do PROESPA, que solicitava trazer eventos para ter um intercâmbio e aproximação de ídolos do esporte. Foi realizado em Cabo Frio um Desafio Internacional envolvendo a Seleção Brasileira de Futsal contra a Seleção da Ucrânia.






Bernardinho

Entendemos que a palestra do Bernardinho norteou algumas atitudes, no caminhar do desenvolvimento dos trabalhos voltados para o esporte de Cabo Frio, a principal foi mostrar que para alcançarmos objetivos é necessário o trabalho de equipe.
A vinda do Bernardinho foi solicitada pelo prefeito Marquinho Mendes,  intermediada pelo secretário de esportes Jose Ricardo e com interferência direta de Alfredo Gonçalves, que tinha sido eleito vereador pela primeira vez em virtude do apoio do PROESPA,  e que tinha um bom contato com o Sr. Ari Graça presidente da Confederação Brasileira de Voleibol



Campeonato Regional

Nesta competição participaram as seguintes equipes: A. A. Cabo-Friense, Tamoyo E. C., Arraial do Cabo, Progresso F. C. e River F. C. depois de disputados as fases classificatória e semifinal duas equipes se classificaram para a disputa do título, A. A. Cabo-Friense e Tamoyo E. C.
Nesta partida final a equipe da A. A. Cabo-Friense ganhou conquistando assim o título de campeão do campeonato regional de 2005.








Campeonato Adulto

Nesta competição seis equipes participaram: A. A. Cabo-Friense, Mixto F. C., Drogaria do Povo, Rosa de Saron, Tamoyo E. C. e Metodista.
Na fase semifinal tivemos o seguinte confronto A. A. Cabo-Friense x Rosa de Saron e Tamoyo E. C. x Drogaria do Povo, ao final desta fase as equipes do Tamoyo E. C. e A. A. Cabo-Friense  classificaram-se  para o jogo final.
Na fase final que foi realizada com dois jogos a equipe da A. A. Cabo-Friense venceu os dois jogos conquistando assim o título do campeonato adulto de 2005.















  
JAI’S

Pela primeira vez Cabo Frio foi sede das partidas inaugurais da região três dos Jogos Abertos do Interior e também da fase final na modalidade de futsal. A seleção feminina fez história neste ano conquistando o título de campeã regional e inclusive a vaga para a decisão do título contra a equipe de Teresópolis, porém no jogo final a equipe foi derrotada pelo placar de 3x2, apesar de ser um jogo bastante equilibrado.
Já a seleção masculina apesar de obter um bom resultado na primeira partida vencendo São Pedro da Aldeia, teve que mais uma vez enfrentar a equipe profissional do Macaé que disputava inclusive a Liga Nacional, não deu outra, apesar de nos últimos confrontos fazer jogos bem disputado e equilibrado mesmo sem ter uma estrutura adequada, fomos derrotados pelo placar de 4x3 ainda na fase regional.














Campeonato Infanto e Juvenil

Não conseguimos obter todas as informações que envolveram a participação das equipes nesta competição, sabemos que na fase semifinal classificaram-se na categoria infanto as seguintes equipes: Drogaria do Povo, River F. C., Tamoyo E. C., e Rosa de Saron. Na categoria juvenil as seguintes equipes: A. A. Cabo-Friense, Mixto F. C., Tamoyo E. C. e Rosa de Saron.
Na categoria infanto as equipes do River F. C. e Tamoyo E. C. realizaram o jogo final que foi vencido pelo River F. C. conquistando o título de campeão do campeonato municipal infanto de 2005
Na categoria juvenil tivemos no jogo final o confronto entre as equipes do Tamoyo E. C. e Mixto F. C. com a vitória a equipe do Tamoyo E. C. conquistou o título de campeão do campeonato municipal juvenil de 2005.





Campeonato de Base

As informações obtidas dizem que na fase semifinal se classificaram as seguintes equipes: Tamoyo E. C., São Cristovão F. C., São Pedro F. C., A. A. Cabo-Friense, Missão de São Pedro D’Aldeia. Depois de realizado a fase final,  ficamos conhecendo os campeões de 2005
Chupetinha: Tamoyo E. C.
Fraudinha: Tamoyo E. C.
Pré Mirim: São Cristovão F. C.
Mirim: São Pedro F. C.
Infantil: A. A. Cabo-Friense



Campeonato Máster

Nesta competição participaram as seguintes equipes: Drogaria do Povo, A. D. Cabo-Friense, Metodista, Urubu Rei, Progresso F. C., Tufão F. C., River F. C. e Mixto F. C. e Rosa de Saron, os jogos foram realizados sempre na preliminar do campeonato adulto.
Para a fase final classificaram-se as equipes da A. D. Cabo-Friense e Drogaria do Povo, foram realizados dois jogos ambos vencidos pela A. D. Cabo-Friense conquistando assim o título de campeão do campeonato máster de 2005.





Campeonato Estadual

Iniciando um trabalho diferente mais ainda não o necessário, o Cabo Frio Futsal participou do campeonato estadual deste ano, no sorteio das chaves o Cabo Frio Futsal teve como adversário o Macaé Sports (atual campeão estadual), C. R. Vasco da Gama e Casa de Espanha comandada pelo Ricardo Lucena (técnico da seleção carioca).
Ao final da participação desta fase classificatória a equipe do Cabo Frio Futsal não conseguiu passar para outra fase.








Campeonato Municipal e Copa Rio/Sampa Feminino

A cidade de Cabo Frio foi representada na Copa Rio/Sampa pela equipe da Associação Rosa de Saron, chegando inclusive na final e conquistando o vice-campeonato.
No campeonato municipal quatro equipes participaram foram elas: Metodista, Tamoyo E. C., Associação Rosa de Saron e Drogaria do Povo.
No jogo final que foi realizado entre as equipes da Associação Rosa de Saron e Tamoyo E. C., a equipe da Associação Rosa de Saron ao vencer conquistou o título de campeã do campeonato municipal feminino de 2005.





Vídeos

Estaremos postando vídeo pertinente a jogos do Cabo Frio Futsal no campeonato estadual, do campeonato de máster, do campeonato adulto e de algumas matérias realizadas pelo programa esportivo SUPERSPORT

Agradecimentos

Fica aqui o nosso agradecimento ao Sr. Moacir Cabral, Sr. Rodrigo Cabral do Jornal Folha dos Lagos, Prof. Alexandre Bandeira, Prof. João Vitor, Prof. Cabeça, Prof. Luis Otávio (Mico), Sra. Zuleica Crespo e Sra. Maria do Carmo funcionárias da biblioteca pública municipal professor Walter Nogueira, que ajudaram a viabilizar matérias e fotos do jornal “O Cabo-Friense” e por fim agradecer ao Sr. Walber Tardelli que de forma gentil,  cedeu vários DVDs do programa esportivo SUPERSPORT utilizados nesta história do futsal de Cabo Frio

Você também pode participar encaminhando fotos e histórias para esportescabofrio@gmail.com.br





Ler Mais